CARTILHAS SENAR PDF


Manual do pata tenra by patycorreia 6 years ago; CARTILHAS SENAR queijos by lenildoara 4 years ago; 14 Ways to Increase Google Apps Adoption at. 1 salgadinhos da luzinete vei by nalvasophia 1 year ago; CARTILHA SENAR Iogurte, Bebidas Lácteas e Doce de leite CARTILHA SENAR Iogurte. AgrotoxicosManual Cartilha Pulverizador Costal SENAR Jarbas Mendes da Silva Técnico em Agropecuária do SENAR/SP Marco Antonio de Oliveira Técnico.

Author: Kagaktilar Vorisar
Country: Austria
Language: English (Spanish)
Genre: Software
Published (Last): 24 October 2005
Pages: 384
PDF File Size: 12.81 Mb
ePub File Size: 11.1 Mb
ISBN: 902-5-90160-962-7
Downloads: 70461
Price: Free* [*Free Regsitration Required]
Uploader: Tygodal

Index of /wp-content/uploads/2015/03

Vias de intoxicao ou contaminao Somente preparar o volume de calda necessrio, evitando, assim, sobras de calda no tanque do pulverizador. Conseqentemente, implicar em um maior ou menor volume de calda gasta por rea; b solo – de acordo com as condies do preparo do solo, caso existam muitos torres ou restos culturais no momento da aplicao de herbicidas em prplantio incorporado antes do plantio ou premergentes aps o plantio, porm, antes da germinaoeles podero afetar o desempenho do produto; c temperatura – os produtos agrotxicos devero ser aplicados nas horas mais frescas do dia, pois, com altas temperaturas, podero ocorrer efeitos fitotxicos intoxicao e queima superficial da planta e perda do produto por evaporao; d vento – evite a aplicao dos agrotxicos quando houver ventos fortes, pois acarretar a perda do produto, que ser desviado da planta.

  BARRANCOS MOONEY - OPERATORIA DENTAL 3A ED PDF

Equipamento de Proteo Individual a serem usados. As embalagens podero ser guardadas, temporariamente, em local seguro fechado e identificadocomo, por exemplo, o prprio depsito de agrotxicos, sendo posteriormente levadas para locais prprios de reciclagem.

Caractersticas e classificao dos agrotxicos The Costal Arch Documents.

Index of /JU_Agosto_/7

Agrotxicos, Riscos e Preveno. Administrao Regional do Estado de So Paulo. Esse tipo de lavagem visa reduzir ao mnimo a quantidade de agrotxico dentro da embalagem, aproveitando melhor o produto e no contaminando o meio ambiente.

Equipamento de Proteo Individualos equipamentos de aplicao, o modo de preparar a calda e de fazer a desinfeco, o descarte das embalagens e os primeiros socorros. A prestao dos primeiros socorros pode ser decisiva para salv-la. Curso de Especializao por Tutoria a Distncia.

AgrotoxicosManual Cartilha Pulverizador Costal SENAR

Para caetilhas pulverizador de 20 litros, temos: O equipamento dever ser lavado com gua limpa e corrente, secado sombra e guardado com a boca voltada para baixo, em um depsito. Mdia em m2 – 1,5 litro. Caso ocorra o esvaziamento da embalagem, faa a trplice lavagem.

Equipamento de Proteo Individual Definio de pragas e doenas Em seguida, despeje-a e misture-a aenar tanque do pulverizador costal e complete com gua limpa. Fo Con 04 Pulverizador Compranet Documents. Em ambos os casos supracitados, quando for tirar o E.

O produtor rural dever informar o valor da comercia- Documents. Para se fazer uma boa aplicao, necessrio conhecer: Cursos de Gesto Education. Para o preparo da calda, devemos estar com o E. O aplicador deve estar barbeado antes de utilizar a mscara, para que carti,has tenha maior encaixe sobre o rosto, vedando completamente a passagem do produto agrotxico.

  ESTENOSIS PILORICA EN RECIEN NACIDOS PDF

AgrotoxicosManual Cartilha Pulverizador Costal SENAR

O uso indiscriminado catrilhas agrotxicos nas lavouras vem causando grandes prejuzos econmicos sade humana e ao meio ambiente. Dentre essas tecnologias, est a aplicao de agrotxicos, os quais podem variar de alta a baixa toxicidade; portanto, de extrema importncia que, para utilizar mos esses produtos, tenhamos o conhecimento quanto sua escolha, mistura, aplicao e carncia.

Menores de 18 anos, idosos, enfermos e gestantes no devem trabalhar com agrotxicos.

Descarte das embalagens vazias Os pacientes intoxicados com agrotxicos no devem tomar leite nem produtos alcolicos. No caso de intoxicao por ingesto, siga as instrues abaixo: A profissionalizao, por sua vez, proporciona ao trabalhador cartlihas o cartulhas para a atuao profissional e a competitividade no mercado de trabalho, estando apto para desempenhar as tarefas referentes sua ocupao. Deve-se evitar aplicar o produto com ventos fortes, pois podero ocasionar o arrastamento deriva da calda par a outros locais.

Desta forma, sua segurana depender da escolha e da utilizao correta do Equipamento de Proteo Individual. No reutilize as embalagens para o uso dirio, como: Cada equipamento de proteo tem uma funo especfica, como: